Como lidar com idosos que sofrem com Doença de Alzheimer? - Integridade

Como lidar com idosos que sofrem com Doença de Alzheimer? Voltar


A Doença de Alzheimer é uma doença do cérebro, que causa a morte de várias células nervosas, e atinge principalmente os idosos.

Apenas no Brasil, estima-se que há cerca de 1,2 milhões de casos – a maioria deles ainda sem diagnóstico. Ela afeta a habilidade do idoso de se lembrar das coisas e pensar claramente, tornando-se esquecido e facilmente confuso.

É importante lembrar que é a doença, e não a pessoa com Alzheimer, que causa essas mudanças. Além disso, os sintomas nem sempre são exatamente os mesmos e variam de pessoa para pessoa.

Hoje nós trazemos um “guia prático” com dicas de como lidar com pessoas com Alzheimer.  Veja a seguir:

 

Para se conectar com o idoso:

 

  • Faça contato olho-no-olho para conseguir a atenção dele ou dela.

 

  • Fique atento(a) ao tom e volume de sua voz, a forma como você olha para o idoso, e sua “linguagem corporal”. Linguagem corporal é a mensagem que você passa apenas com a maneira com que você se porta. Por exemplo, se você ficar com os braços cruzados, pode enviar uma mensagem que você está tenso ou irritado.

 

  • Estimule um bom e prolongado diálogo. Isso ajuda o idoso a se sentir melhor com ele mesmo.

 

  • Utilize outros métodos, além de falar, para ajudar o idoso, como tocá-lo gentilmente para guiá-lo.

 

  • Tente distrair o idoso se começar haver problemas com a comunicação. Por exemplo, ofereça alguma atividade divertida, um lanchinho ou uma caminhada pelo quarteirão.

 

 

 Para encorajar o idoso a se comunicar com você:

 

 

  • Esteja aberto às reclamações do idoso, mesmo se forem difíceis de entender.

 

  • Deixo-os livres para tomar algumas decisões e esteja envolvido.

 

  • Seja paciente com acessos de raiva. Lembre-se: é a doença “falando”.

 

  • Se vier a ficar frustrado(a), tire um tempo livre para você mesmo(a)

 

 

Para se comunicar efetivamente com o idoso:

 

  • Ofereça instruções simples, passo-a-passo.

 

  • Repita as instruções e seja paciente para aguardar a resposta. Tente não interromper.

 

  • Não fale sobre o idoso com outras pessoas como se ele não estivesse ali.

 

  • Não fale com o idoso como se fosse com um bebê.

 

Gostou das dicas? Tem mais alguma que gostaria de compartilhar com a gente? Deixe sua dica nos comentários e até o próximo post!